Informática e Sociedade

Apresentação

Esta página foi criada com intuito de dar suporte aos alunos da disciplina “Informática e Sociedade do Departamento de Computação da Universidade Federal do Ceará. Porém, os dados aqui contidos podem ser aproveitados por outros professores que lecionem disciplinas parecidas em outras instituições de ensino. Aqui são detalhados os objetivos da disciplina, além da metodologia de ensino utilizada durante o curso, avaliação e uma série de referências. Alunos devem visitar constantemente esta página, pois mesma servirá como um canal de comunicação entre alunos e o professor.

A disciplina de Informática e Sociedade é ofertada anualmente pelo Departamento de Computação/UFC, e tem por objetivo fazer com que os alunos do curso de Ciência da Computação reflitam sobre seu papel na sociedade como futuros profissionais de informática, além de estudar e debater o impacto da informática sobre a ótica dos profissionais de tecnologia da informação. Para isto, serão abordados temas como: história da informática, bolha da internet e as empresas ponto com, computação móvel, novas profissões de TI, software livre, legislação na Internet, dentre outros assuntos.

Busca-se na disciplina, respostas a perguntas como:

  1. Qual o impacto que a informática exerce sobre diversos segmentos da sociedade contemporânea, como educação, economia, saúde, dentre outros?
  2. Como vivíamos antes do surgimento dos computadores pessoais? sem Internet? da telefonia celular?
  3. Todas essas tecnologias trazem apenas benefícios? Quais são seus impactos negativos?
  4. Qual o papel do profissional da informática nesta sociedade? Qual seu futuro? Há necessidade de se estabelecer quem pode e deve exercer a função de um analista de sistemas ou programador por meio de um conselho de classe?
  5. Eu, como profissional da informática, não tenho ética ao baixar um filme na Internet?
  6. Quais são os cenários futuros para a informática no Brasil e no mundo?

Espera-se que além destas perguntas, novos questionamentos sejam feitos ao longo da disciplina. Sendo assim, é imprescindível a participação dos alunos nas aulas, expondo suas opiniões, debatendo seus pontos de vista com os demais colegas e sugerindo assuntos.

Ementa

Não há uma ementa fixa, uma vez que a cada dia surgem novas questões sobre como a informática influencia a sociedade, quer de maneira positiva quanto negativa. Seguem aqui resumidos, uma lista de assuntos que se pretende apresentar em sala de aula. Ressalta-se que esta proposta pode ser alterada de acordo com o interesse do professor e dos alunos durante a disciplina. A disposição dos assuntos não obedece uma cronologia de apresentação.

  • Informática x Computação: Diferenças e similaridades;
  • Sociedade da Informação: impactos da informática na sociedade ao longo dos anos. Histórico da Informática.Impacto na educação, cultura, economia, artes. O excesso de informação e a dependência digital;
  • O profissional da Computação. Perfil para este profissional (existe?). Ética na computação. Regulamentação da Profissão e Mercado de Trabalho;
  • Software Livre vs Software Proprietário. Definição, categorias e licenças. Histórico e mudancas advindas de seu uso. Free Software Foundation. Linux GNU;
  • Propriedade Intelectual na Sociedade da Informação. Os efeitos da digitalização de informação. Propriedade Intelectual: Copyright, CopyLeft e Creative Anti-Commons. DRM (Digital Rights Management);
  • Cibersegurança, cibercrime e ciberguerra. Direito Cibernético;
  • Jogos e Educação;
  • Computação nas Nuvens;

Metodologia

Uma disciplina que fala sobre impactos da informática na sociedade para alunos de computação é uma tarefa complicada por vários aspectos. Primeiro porque o assunto se modifica constante e rapidamente. Isso faz com que tentar estabelecer uma fórmula repetitiva de aulas e textos para ser aproveitada ao longo de várias edições da disciplina é quase impossível. Segundo, espera-se (pelo menos eu espero), que alunos de computação tenham razoável conhecimento sobre os assuntos propostos por esta disciplina.

Além disso, ao longo dos anos, o modelo tradicional de um professor detentor de todo um conhecimento e que repassa aos alunos tal conhecimento por meio de aulas expositivas tem se mostrado cada vez mais decadente. Sendo assim, esta disciplina adota uma metodologia não tradicional. Haverão aulas exclusivamente expositivas, porém serão minoria. Será incentivado o debate entre alunos e o professor em temas relacionados com a disciplina. Para isto, serão repassados textos, podcasts, documentários e filmes relacionados com diversos assuntos da disciplina. Caberá ao professor o papel de mediador nestes debates.

A lista de filmes, podcasts e textos inicialmente prevista para a disciplina são:

Filmes e Documentários
  • Piratas do Vale do Silício
  • E-dreams
  • Startup.com
  • Creative Commons – A Shared Culture
  • Steal this movie
  • Revolution OS
  • Bill Gates – O sultão do software
  • Digital Nation
  • Download – The True Story Of The Internet
Podcasts
Textos
Recursos Didáticos

Será utilizada a plataforma SigaA para divulgar o material didático da disciplina.

Avaliação

Como em toda disciplina, cada aluno será avaliado ao final da mesma. A princípio, está previsto que não haja a realização de provas tradicionais, porém isso esta posição poderá ser revista, como será explicado adiante. A avaliação de cada aluno será feita com base em três critérios:

  • Frequência;
  • Participação nos debates e sugestões para disciplina;
  • Uma monografia feita por um grupo de até 3 alunos. O tema deve ser proposto pelo grupo até uma data a ser estabelecida pelo professor, por meio de um documento digital, seguindo modelo fornecido.
  • Apresentação oral de 30 a 40 minutos do grupo para toda a turma sobre o tema da monografia ao final da disciplina.

A divisão da nota é dada da seguinte forma:

  • Frequência – 10%
  • Participação – 20%
  • Monografia – 40%
  • Apresentação – 30%

Em relação à monografia, são critérios de pontuação:

  • Correto uso do português;
  • Adequação do tema à disciplina;
  • Disposição de assuntos relacionados ao tema no texto. Este é um aspecto fundamental. O texto deve seguir uma lógica coerente dos assuntos apresentados. Isso evita que o documento seja um conglomerado de textos copiados de diversas fontes, sem relacionamento algum (quase um frankstein).
  • Uso de uma bibliografia adequada.
  • Uso correto das normas brasileiras para textos científicos. (Particularmente, acho aqui uma excelente chance do aluno começar a usar o Latex).

Em relação à apresentação oral, são critérios de pontuação:

  • Apresentação da equipe (Em outras palavras, não venha de sandália havaiana, embora também não precise vir de terno);
  • Correto uso do português (escrito e falado, e, por favor, evite usar gírias e palavrões, tá ligado?!);
  • Uso de conteúdo multimídia é incentivado;
  • Não extrapolar nem o tempo mínimo nem o máximo da apresentação;
  • Conteúdo apresentado em relação à monografia;

Algumas dicas gerais sobre a avaliação:

  • A idéia de não se fazer provas é dependente da participação de alunos. Aqui eu vou copiar o professor Silvio Meira do Cin/UFPE. Se não houver participação dos alunos, perguntas interessantes em cada aula, vamos ter provas mensais da disciplina.
  • Qualquer forma ou tentativa de se plagiar trabalhos existentes será considerada como uma violação séria e fará com que o grupo fique com nota zero na disciplina, sem direito à prova final.
  • Alunos que não conseguirem obter nota suficiente para serem aprovados com os critérios apresentados anteriormente deverão prestar um exame final. Este exame é uma prova escrita, sem direito a consulta, sobre toda a matéria vista em sala de aula, incluindo os temas apresentados por outros alunos.

Preferencialmente, um mesmo assunto não deve ser abordado por mais de uma equipe.

Sobre a execução e entrega do trabalho

De modo a garantir que os trabalhos possam ser orientados pelo professor ao longo de sua realização, serão estabelecidos três fases ou etapas de acompanhamento. Nestas etapas, as equipes deverão apresentar visões parciais do trabalhos para o professor. As fases e as respectivas demandas são descritas a seguir.

Fase 1 – Elaboração de uma proposta de tema.

Esta fase deverá ser realizada até o final do primeiro mês de aula, e servirá para a definição de equipes e temas. A proposta deve ser apresentada em um documento, onde devem constar as seguintes informações:

  • Proposta de um Título: nome dado ao trabalho que o grupo pretende dar às suas monografias e apresentações (Ex: O impacto das redes sociais na sociedade moderna). Este nome pode ser modificado até a próxima interação.
  • Integrantes: nome completo de cada um dos integrantes da equipe
  • Resumo: o grupo deve resumir em até 350 palavras (aproximadamente uma páginas) as motivações para um seminário no tema escolhido. Devem ser ressaltadas também dificuldades previstas para a realização do trabalho. Algumas dificuldades que devem ser evitadas: (i) tema muito amplo ou muito específico, (ii) pouca familiaridade com o tema e (iii) falta de material de consulta sobre o tema.
  • Bibliografia Inicial: lista de livros, artigos e demais referências encontradas, e que podem vir a ser utilizadas no trabalho.

Fase 2 – Refinamento da proposta

Até o final do segundo mês, deverá ser apresentado ao professor um arcabouço do documento final. Este documento deverá seguir as normas da ABNT para uma monografia, contendo:

  • Título definitivo do Trabalho: Título final do trabalho a ser entregue ao professor, e consequentemente, da apresentação a ser feita a toda classe;
  • Sumário: Deve ser apresentado um sumário com os capítulos, seções e subseções do documento final.
  • Capítulo de Introdução: O primeiro capítulo do trabalho deve ser escrito e apresentado no documento. Este capítulo deverá conter um breve levantamento sobre o tema de estudo proposto pelo grupo, principais conceitos, relevância para a disciplina e a motivação para os demais capítulos
  • Bibliografia Estendida: Deve ser apresentada uma nova versão da bibliografia, contendo mais referências a serem usadas na versão final do trabalho.
  • Proposta de Apresentação: Deve ser apresentada ao professor uma proposta sobre a apresentação oral do grupo. Nesta proposta, o grupo deve indicar se haverão filmes, aplicações ou quaisquer outros recursos multimídia durante a apresentação do grupo. Esta proposta deve ser colocada como apêndice do documento.

No dia desta entrega será feito um sorteio entre as equipes para definição da data de apresentação das mesmas. Este cronograma será então posto na página da disciplina para conhecimento de todos.

Fase 3 – Final da Disciplina

Deve ser apresentado uma monografia, seguindo as normas da ABNT, do tema escolhido, seguindo as orientações acertadas até a fase anterior do trabalho.

Cada grupo deverá apresentar um seminário sobre o tema. Estarão disponíveis para cada grupo: datashow, computador e caixas de som. Se houver necessidade de outro recurso, a equipe deve informar ao professor com antecedência de 15 dias.
Temas apresentados em edições anteriores

  • Comércio Eletrônico
  • Influência das Redes Sociais na Sociedade
  • Informática na Educação
  • Propriedade Intelectual x Mídias Digitais x Pirataria
  • Cloud Computing
  • Cyber Segurança
  • Computação Verde
  • Informática e Saúde
  • Jogos e suas diferentes aplicações
  • Direito Digital e Sociedade Cibernética
  • Jogos e Educação
  • Cyberbullying e Pedofilia
  • Profissões do Futuro
  • Cultura Digital
  • Computação Ubíqua
  • Pirataria
  • Dependência Digital

Outros temas sugeridos

  • Bioinformática
  • Informática e a Terceira Idade
  • Acessibilidade nos computadores
  • Inclusão digital na sociedade ou Inclusão social via informática: Democratização da Informática
  • Governo Digital/Governo Eletrônico
  • Cibercultura e Arte Digital

Bibliografia

  • A Sociedade em Rede Do Conhecimento à Ação Política. Manuel Castells e Gustavo Cardoso.